PRINCIPAIS FERAMENTAS DE UM MARCENEIRO





Martelo (do latim medievo martellu, derivado das formas clássicas marculus ou martulus), Mjölnir e/ou Mjolnir sendo uma arma branca antiga, conhecida por ser utilizada pelo herói mitológico Thor, tendo a cabeça e o cabo de grande comprimento de bronze. Sendo mais modernamente também uma ferramenta usada na indústria para golpear objectos e possuindo, conforme o uso ao qual se destina, inúmeros tamanhos, formatos e materiais de composição, tendo todos a característica comum do formato, que consiste de um cabo ao qual se fixa a cabeça, através do alvado ou olho. Tem seu uso tão variado que vai do Direito à medicina; da carpintaria à indústria pesada; da escultura à borracharia, do desporto às manifestações culturais.


 
MARCETE

Marcete É um martelo de madeira, muito utilizado em macenaria.

Substitui  martelo em muitas operações de bater, pela  simples razão de não danificar  o cubo dos formões, goivas etc..., e tampouco marcar o lugar onde bate... por esta razão, é também muito usado na montargem do encaixes e de peças da superficies já acabadas.

Os marcetes se apresentam em formatos diversos, em geral são construidos de madeiras duras como cabreúra óleo vermelho, massaramduba, ipê etc. Podendo ser torneadas ou confeccionadas pelo proprio marceneiro.


Formão ou cinzel é um instrumento manual que possui numa extremidade uma lâmina de metal resistente muito aguçada em bisel, usado para entalhar ou cortar (madeira, ferro, pedra etc.), geralmente com auxílio de um martelo. Esse termo vem do latim popular arcaico "císellus": "cortar".

Há variações da ferramenta que recebem nomes específicos conforme o uso:

  • Buril: Trabalhos finos em metal
  • Formão: Trabalhos e entalhes em madeira
  • Punção: Furar ou marcar um ponto ou alguma inscrição em metal

 







ESPATULAS

Espatulas Existem 2 tipos de espatulas na marcenaria que são:

Espatulas de aço- É uma lâmina de aço com ou sem cabo utilizado para raspagem de tintas velhas eaplicações de massa.






Espatula de fórmica-Criada pelo própio marceneiro utilizado para aplicar cola.





METROS

O metro (símbolo: m) é uma unidade de medida de comprimento que tem como base a padronização das dimensões da Terra integradas aos sistema numérico decimal ou seja, para se encontrar um metro é preciso fracionar os 90º correspondentes ao quadrante de um meridiano terrestre em 10.000.000 partes iguais e uma delas terá o mesmo comprimento de um metro, no entanto, por motivos de mais precisão, já que a terra não poderia ser uma esfera perfeita, o metro padrão ficaria aferido "pelos institutos de pesos e medidas" como sendo "o mesmo comprimento, equivalente a 1 metro, percorrido pela luz no vácuo, durante o intervalo de tempo correspondente à 1/299 792 458 segundo" (unidade de base ratificada pela 17.ª Conferência Geral de Pesos e Medidas em 1983). [1][2] É uma das unidades básicas do Sistema Internacional de Unidades.










- Precisão no corte em uma grande mesa:686 mm x 560 mm.
- O protetor acompanha o corte para maior segurança.
- Leve para fácil transporte até o local de trabalho.







- Corte rígido e preciso.
- Mesa feita com grande rigidez para um corte mais preciso.
- Potente motor permite cortar madeira de 4" x 8" com mesa telescópica.
- Guia de fácil deslizamento e maior precisão.
- Extensões traseira e lateral opcionais.





 Furadeira

A furadeira é uma máquina especializada composta em geral de um cabeçote, chamado fuso, que põe em rotação uma ferramenta chamada broca. A ferramenta chamada broca é uma haste metálica confeccionada em metal duro muitas vezes produzido pelo processo de  sinterização composto de canais helicoidais que facilitam a saída de material erodido ou usinado do gume de corte para fora do furo, semelhante à um parafuso de Arquimedes. A broca penetra no metal ou outro material deixando um furo redondo e de dimensões precisas. Portanto, as furadeiras são máquinas operatrizes especializadas em fazer furos.





Brocas são ferramentas cortantes utilizadas para fazer furos cilíndricos. São usadas através de uma ferramenta chamada berbequim (furadeira, no Brasil), que faz com que a broca gire e corte o material, perfurando-o. Existem vários tipos de brocas tipo H, N, W, brocas chatas que são usadas para perfuração de materiais rígidos a baixas profundidades, também existem brocas helicoidais que podem ter dois gumes de corte e um gume a mais que liga os dois gumes principais o gume secundário de corte.

 

                                         

Medidas


No Brasil, a medida das brocas (e buchas) tem gradualmente sido alterada de polegadas para milímetros.

Principais tipos


  • Para furar madeira (geralmente são de três pontas e pretas, mas para diâmetros maiores usam-se brocas chatas, em forma de "pá", com uma ponta central que serve de guia);
  • Para furar metal (com diâmetro constante, geralmente feitas de um material único, como "aço rápido" / HSS);
  • Para furar cimento / betão / alvenaria / pedra / tijolo e outros produtos cerâmicos (com uma pastilha mais larga na ponta, geralmente feita de um metal mais duro, como carbeto de tungstênio, denominado no Brasil "vídea" ou "widia").

Existem ainda brocas especializadas para materiais como vidro, cerâmica vidrada, etc., bem como para abertura de sulcos ou outras operações além da perfuração (semelhantes a fresas).














0 comentários:

Postar um comentário